Uma carta ao meu Pai

Ontem recebi um email, o assunto era “Meia um e Seis dois” e sim era mais um dos belos textos do meu pai, relembrando os 61 anos e agradecendo a chegada do 62!

É o meu pai é assim, sempre escreve textos em comemoração aos seus aniversários, listas de final de ano e histórias do cotidiano, quase ninguém sabe mas é praticamente um livro por ano com as histórias dele. Mas essas não cabe a mim divulgar, então hoje escrevo aqui também uma pequena história em homenagem a ele, meu pai que hoje completa 62 anos!

FHF

IMG_0106
O Flávio e a Flávia

Meio tímido ou super falante, tudo depende do ambiente.  Meu pai me ensinou a dar valor as coisas simples da vida, um mergulho no mar aos sábados, ou acordar com música bem alta,  pode ser Ray Charles, Beatles, Chico, Caetano, o hino do Botafogo ou quem sabe nos tempos mais modernos Adele ou Paula Fernandes.

Fazer coleções é sempre uma aventura, já foram muitas enciclopédias, cds, dvds e até mesmo jogos de raciocínio. O importante é acordar cedo no sábado e correr de banca em banca até encontrar a nova edição.

Dar risadas com desenho animado, ou assistir Lawrence da arábia com 13 anos, o cinema está sempre presente nas nossas vidas. Steven Spielberg é o preferido e os desenhos da Disney são sempre uma diversão.

Letras e mais letras, seja lendo livros, revistas, palavras cruzadas, escrevendo e contando as histórias da vida. Ele já teve um blog, imprime os seus próprios livros, e era o único que tinha paciência de ler e reler os meus artigos acadêmicos. Quem sabe um dia eu consiga escrever tão bem quanto ele.

As viagens com ele são sempre uma aventura, cheia de conhecimentos e muita caminhada. Pode ser acampando ou em um hotel de luxo não importa, o que faz diferença é viver uma nova cultura durante aqueles dias que estamos fora.

Mas esses são só algumas de suas marcas, ele tem muitas outras. Homem bom e honesto sempre nos ensinou que a nossa integridade vem em primeiro lugar mesmo que em alguns momentos isso signifique aparentemente “ficar para trás”.

Pai presente e carinhoso, as viagens semanais ou morar em cidades diferentes nunca significaram distância, mas sim preocupação e cuidado com cada passo nosso. Ele da risada e chora com a gente, abraça e da bronca na hora certa, mas principalmente deixa em nós, a cada dia, o ensinamento e a busca por viver uma vida com os olhos na eternidade.

E assim vamos, vivendo um dia de cada vez, pois “basta o dia o seu próprio mal”, tendo firmeza nas coisas fundamentais e tolerância nas secundárias, “simples como a pomba e prudente como a serpente”!

IMG_0702

Obrigada pai, por caminhar sempre ao nosso lado, por nos ensinar tanto e por deixar marcas tão preciosas nas nossas vidas. Tenha a certeza que grandes ensinamentos vindos da sua vida e do seu exemplo, estão guardados no meu coração, no do Matheus, no da mamãe e agora também no do Ricardo. Hoje agradeço a Deus por tudo isso e peço que Ele nos permita celebrar essa data por mais muitos anos juntos. Amo você.

Melhores Restaurantes em Frankfurt

Uma parte deliciosa da viagem foram os jantares! Conhecemos lugares maravilhosos que eu resolvi salvar aqui! Quem for a Frankfurt já pode anotar esses nomes que não tem erro!

Coloquei na ordem de preferência, vamos lá:

1. Pasta e Panini

Apesar de estarmos na Alemanha, foi um restaurante de comida italiana que ganhou o primeiro lugar na escolha entre as melhores refeições em Frankfurt!

O restaurante fica bem fora do centro turístico, onde nós jantamos nos outros dias, e fomos parar lá por indicação dos meus primos Martin e Elienai ( inclusive, mais uma vez muito obrigada pela ótima dica!)

IMG_0991

Além da comida maravilhosa, o restaurante é uma graça todo com baixa iluminação e a luz de velas. É bem pequeno então é necessário fazer reserva antes de chegar.

IMG_0990

O Franco é um dos chefs e donos do restaurante, extremamente acolhedor e não mede esforços em nos receber. Transformou o jantar em uma grande experiência. Para vocês terem ideia, fomos lá duas vezes e em nenhuma delas escolhemos nenhum item do cardápio, deixamos por conta dele e ficamos impressionados em como foi tudo incrível!!

IMG_0989 IMG_0992 IMG_0983

Não sei o nome dos pratos e esqueci de tirar a foto da entrada, mas como disse meu primo, comida ótima a um bom preço, vale a pena ir e pode deixar a escolha por conta deles!!

Endereço: Schlossstr. 52 60486 Frankfurt – Bock Home
Telefone: 069 241 444 48

2. Eschenheimer – Tower Bar Restaurant

IMG_1157

O segundo lugar ficou para esse lugar lindo! Jantamos lá na última noite, eu pedi um prato com bife na chapa, batatas e sour cream. Estava uma delícia! Algumas pessoas pediram pizza (é enorme, a individual vem 8 pedaços mas é bem fininha), eu não provei mas também acharam deliciosa!

O meu prato, vinha com a carne praticamente crua para ser assada na chapa quente!! Estava maravilhoso!

IMG_1164 IMG_1163

Endereço: Eschenheimer Turm 60318 Frankfurt Am Maim.
Telefone: 069/ 29 22 44

3. Atschel

Nesse restaurante comemos comida típica alemã, incluindo o “green sauce”que é típico de Frankfurt! Ambiente também muito acolhedor e comida maravilhosa!

IMG_0881

Lá escolhemos o Schnitzel com batatas como prato principal:

IMG_0882

E provamos um licor ( esqueci de anotar o nome) mas a ideia era comer o pêssego inteiro e depois tomar o licor.

IMG_0884

Endereço: Wallstraße 7 · D-60594 Frankfurt upon Main/Sachsenhausen               Telefone: ++49.69 – 61 92 01

4. Asia Gourmet

ffm1

Esse não poderia faltar! Um restaurante Thai super simples dentro da estação de trem ( hauptbahnhof frankfurt am main), mas era tão bom que almoçamos vários dias lá! Com 10 EUR você almoça com bebida. Para quem está na feira é uma ótima dica, são só duas estações de metrô da feira até lá.

Sempre passávamos por lá com pressa e acabei não fotografando os pratos, mas é gostoso e com um bom preço!

Não tenho o endereço mas fica bem na parte central da estação.

Bom, essas são as dicas de restaurantes por lá!

Ehrengast Brasilien

Como já falei aqui, o Brasil foi o convidado de honra da feira esse ano!

Para quem acompanhou, a feira já começou com a polêmica do Paulo Coelho, que sendo um dos convidados da comitiva brasileira, de última hora avisou que não estaria presente por não concordar com a lista de convidados da comitiva do governo brasileiro (quem não acompanhou pode ler mais nesse texto). Como ele era muito esperado, por vários lugares da feira, era possível encontrar fotos de divulgação da presença dele.

Apesar dessa polêmica, a comitiva tinha outros grandes nomes que estiveram presentes e alegraram o público. Desses convidados, consegui rapidamente acompanhar algumas participações:

1. Laurentino Gomes

IMG_0967

O autor contou um pouco sobre as suas pesquisas para a produção dos seus livros “1808”, “1822”e o último “1889”. Apesar de muitas pessoas acharem que ele é historiador,  ele na verdade é jornalista e conta que os livros são uma compilação de diversos estudos jornalísticos sobre a história do brasil.

2. Maurício de Sousa

IMG_1025 IMG_1069

Esse painel era para ser Maurício de Sousa e Ziraldo, mas o Ziraldo passou mal durante a feira e infelizmente não pode comparecer.

O Maurício de Sousa contou um pouco sobre a sua divisão de tempo de trabalho entre o empresário e o artista, falou em como ele planejou alcançar os 46% do mercado de quadrinhos brasileiros! Sobre os personagens, contou que o Horácio é o Alter Ego dele, e que muitas vezes os amigos distantes sabiam como estava a vida dele pelo personagem. Ele também levantou algumas questões sobre a passagem do cartoon para o digital e como o mercado editorial ainda precisa melhorar nessa área. Mas os detalhes, o blog do Widbook vai contar, então acompanhem lá!

3. Pedro Bandeira e Ruth Rocha

IMG_1060 IMG_1063

Esse painel emocionou a platéia, muita gente agradecendo a influência desses grandes autores na formação dos brasileiros. Um ponto legal foi quando o Pedro Bandeira, comentou que depois que ele escreve a história os personagens não são mais dele, são de outras pessoas, dos outros cérebros que estão vivendo e imaginando a história na mente deles. Achei interessante ele pensar assim!

4. Eduardo Spohr

Ele foi um dos que não foi convidado pelo governo brasileiro (citado nas reclamações do Paulo Coelho) para ir a feira. A reclamação foi por apesar de ele ter vendido mais de 600mil livros no Brasil (só como curiosidade, no Brasil 3mil livros vendidos é considerado uma ótima venda) não ter entrado na lista.

Acabei não tirando fotos dele, mas comprei o novo livro que foi lançado lá “Filhos do Éden: Anjos da Morte”. Não sei se é o estilo de livro que eu gosto, mas como ainda não li nada dele, vou ler e depois conto aqui o que eu achei!

foto 2 foto 1

Além das participações em painéis com os autores, o Brasil também estava presente em dois pavilhões um com exposições com livros que contavam também um pouco da história do Brasil e outro com as editoras brasileiras.

Agumas fotos do pavilhão do Brasil no hall 1:

IMG_1051

IMG_1054

IMG_1056

IMG_1049

Já no pavilhão das editoras brasileiras tinha café brasileiro e frutas típicas para os visitantes!

IMG_0970

IMG_0971

Bom, esses foram alguns registros da participação na feira! No próximo post vou colocar algumas fotos da cidade e sugestões de restaurantes para quem pretende conhecer a cidade!

A Feira de Frankfurt

Quem está acompanhando o blog percebeu que essa semana ele ficou meio abandonado. O motivo foi muito trabalho e pouco tempo para escrever! Passei a semana passada inteira na Feira de Frankfurt trabalhando com a equipe do Widbook ( Não conhece? Se você gosta de escrever e ler você deveria estar lá!)

IMG_0928

Ou seja, essa semana farei alguns posts sobre essa experiência lá. Começando, a Feira de Frankfurt é o maior festival de livros do mundo! Só de expositores são mais de 7.500 com representantes de mais de 100 países!

Esse ano, especialmente o Brasil era o convidado de honra da feira (Conto mais detalhes dessa participação em outro post), ou seja, muitos livros brasileiros em alemão, português em todo lado e encontros interessantes com grandes autores brasileiros.

IMG_0969

A feira funciona da seguinte forma, os 3 primeiros dias (9, 10 e 11 de outubro) estavam abertos apenas para o que eles chamam de “trade visitors”, ou seja profissionais em busca de novos negócios e para imprensa. Os dois últimos dias ( 12 e 13 de outubro) foram abertos ao grande público!

A feira é realmente gigante, eu fiquei lá os 5 dias e acho impossível alguém conseguir visitar tudo o que tem lá! São 8 pavilhões com exposições e um único pavilhão já é maior que o Anhembi em São Paulo!

Nós ficamos na área “International Publishers” (editores internacionais, era no hall 8) e na sub área “Hot Spot Digital Inovation” ( Inovações digitais – stand M128).

Durante os 3 primeiros dias, o Widbook participou de duas apresentações e também assistimos algumas outras, a feira tem várias apresentações e workshops em todos os pavilhões.

Alguns dados interessantes que anotei durante a feira:

– “15% das vendas de ebook no Kobo no Brasil, são de livros de religião e filosofia.” Esse dado para Dave Anderson (VP de Gestão de Fornecedores do Kobo) foi o dado mais interessante em relação ao mercado brasileiro. Nenhum outro país tem uma porcentagem tão alta de vendas de livros nessa temática.

– “O Brasil é um dos únicos países do mundo em que muitas vezes o ebook é mais caro do que a versão impressa do livro.” Fala de Marcelo Gioia (Diretor Executivo da Cópia Brasil ) sobre uma curiosidade do mercado de ebooks no Brasil.

– “As novas tecnologias estão fazendo uma grande mudança na indústria editorial de hoje, principalmente em como os editores podem se tornar provedores de conteúdo em diversos formatos.” Paul Randall da HP.

Os dois últimos dias, a feira fica completamente lotada, principalmente os pavilhões de editoras alemãs, uma coisa interessante é que muitas pessoas vão vestidas de cosplay ( pra quem não sabe, são pessoas fantasiadas de personagem de desenhos japonês). Isso acontece, pois na área aberta da feira, eles aproveitam para fazer a final do campeonato (não sei se pode chamar assim) de cosplays alemão.

Algumas fotos do Widbook na feira:

IMG_0994

IMG_0918

IMG_1101

IMG_0951

Bom, por enquanto é isso, ainda vou escrever um pouco mais sobre a participação do Brasil e dicas da cidade ( principalmente dos restaurantes que nós visitamos)!

O Brasil por aqui…

Desde que cheguei tenho feito algumas fotos sobre coisas brasileiras que encontro por aqui. Hoje resolvi postar essas fotos para vocês verem um pouco do que é encontrado sobre o Brasil nas ruas de Coimbra!

1. Política

Logo no primeiro dia aqui na cidade, encontrei a presidenta e o Lulinha na barraca de caricaturas do centro velho...
Logo no primeiro dia, aqui na cidade, encontrei a presidenta e o Lulinha na barraca de caricaturas do centro velho…

2. Novelas

Dizem que os portugueses entendem bem o sotaque e as gírias brasileiras por causa das novelas, desde pequenos eles assistem a Rede Globo ( parafraseando um português que nos mostrou alguns apartamentos na cidade “A maior fábrica de novelas do mundo”).

Vi muitas capas de revistas com o "Félix" e outras referências a novelas brasileiras.
Vi muitas capas de revistas com o “Félix” e outras referências a novelas brasileiras.

3. Livros

Em um shopping de Coimbra, rodei a livraria inteira e o único livro brasileiro em destaque era esse “Giane: vida, arte e luta”. Mais um sinal da influência das novelas brasileiras na vida dos portugueses.

IMG_0725

4. Música

Em uma lojinha que entrei para tirar umas cópias de alguns documentos, vendiam-se vários LPs e CDs, na prateleira dos CDs encontrei essas relíquias. Não saiu na foto mas também tinha Victor e Léo e Roberto Carlos.

IMG_0825

Vou “colecionando” esses achados e aos poucos vou postando por aqui!

O que acharam? Sabiam que as novelas tinham tanta influência assim por aqui?

O Aqueduto de São Sebastião

Uma das paisagens mais lindas da cidade é a do Aqueduto de São Sebastião ou também chamado de Arcos do Jardim.

IMG_0616

Os arcos fazem parte da nossa caminhada diária, em geral sempre que saímos do centro velho em direção ao centro novo da cidade passamos por eles e sempre fico encantada!

A construção é do final do século XVI e foi feito com o intuito de abastecer de água o Castelo e o Bairro Alto de Coimbra.

É um lindo cartão postal da cidade que resolvi compartilhar com vocês hoje!

Mais um bocadinho de português

Temos passado situações interessantes por aqui, ao mesmo tempo que encontramos muito “Não há o que fazer, tens que aguardar”, ou “Espera mais um bocadinho” também temos encontrado muitos portugueses simpáticos e prestativos.

O dia a dia em geral segue um ritmo diferente do nosso, antes das 10h30 – 11h, não adianta, praticamente nenhum lugar te atende. Quando eles falam ligue no meio da manhã, eles querem dizer 11h, meio-dia.

Agora se procurar algum barzinho no final do dia para comer ou beber alguma coisa,  se chegar as 23h não encontrará movimento algum pois está muito cedo e as pessoas começam a chegar entre meia noite e 1h da manhã.

Quanto ao português cada dia descobrimos novas palavras, outro dia conversando com uma portuguesa ela nos disse que não se usa “bicha” ao invés de “fila” em Portugal, algumas poucas pessoas podem até falar, mas não é padrão.  E para nós isso foi uma surpresa pois essa é uma expressão que sempre aprendemos como diferente do português brasileiro.

Mais algumas curiosidades :

IMG_0822

–       Fiambre é presunto

–       Leite desnatado é magro, o integral é gordo

–       Bala é Rebuçados

–       Autocarro é ônibus

–       Eles sempre usam: “tudo bem pá”

–       Quando eles falam “percebo” eles querem dizer “entendo” ( e essa deve ser uma das palavras que eles mais usam)

–       A outra palavra que eles usam muito é “acredito” quando querem deixar claro que estão cientes da sua situação

Captura de Tela 2013-10-01 às 00.26.29

Das gírias:

–       Giro é bonitinho

–       Malta é galera

Termino com esse vídeo que uma amiga portuguesa nos enviou de um programa antigo de humor, brincando com as novelas brasileiras (onde tudo acontece) com uma participação da Maitê Proença:

O vídeo é antigo e caricato mas mostra bem algumas das palavras e as reações que temos com as diferenças da língua, eu gosto particularmente da parte do “Oi” que nós brasileiros usamos muito e eles quase não usam.

E pra terminar a água Pé na Cova, sucesso por aqui 🙂 hahaha

IMG_0831

Portugal dos Pequenitos

Depois de um final de semana movimentado, com muitas mudanças e tarefas, aproveitamos o final de tarde do domingo nublado e chuvoso para visitar o Portugal dos Pequenitos!

O parque fica bem próximo a faculdade de desportos do outro lado do rio Mondego. Descobri que é o parque mais antigo de Portugal, foi fundado em 8 de junho de 1940.

O parque começa com o período das grandes navegações, mostra a Índia (o antigo Estado Português da Índia) e depois tem réplicas das colônias.

IMG_0741
Miniatura da Índia

Na área dos países africanos há muitos detalhes interessantes, dentro de cada um desses “pavilhões” é possível encontrar detalhes do artesanato e da cultura desses países.

Detalhes externos da área dos países africanos.
Detalhes externos da área dos países africanos.

E é claro, que o Brasil também está na área das colônias. Dentro do “pavilhão” brasileiro, diferentemente dos outros países, lá encontramos um vídeo (animação) contando desde a saída das caravelas sob a direção de Pedro Álvares Cabral, a descrição da descoberta pelas cartas de Pero Vaz de Caminha e o encontro com os indígenas. É bem interessante!

Pavilhão do Brasil
Pavilhão do Brasil
No pavilhão brasileiro, esperando o filme começar. Com a Catarina, nossa amiga portuguesa que nos convidou para esse passeio.
No pavilhão brasileiro, esperando o filme começar. Com a Catarina, nossa amiga portuguesa que nos convidou para esse passeio.

Depois das Colônias chegamos a Portugal de fato,  um grande mapa mostrando as rotas das grandes navegações separa uma área da outra.

IMG_0767

IMG_0769

A ideia do parque é que as crianças e adultos que o visitam possam “viajar” pelos principais monumentos nacionais, conhecendo um pouco das tradições, da cultura e da história de Portugal.

De todas as áreas do parque, a com as construções de Portugal foi a que achei mais bonita, e para vocês perceberem como tudo é em escala pequena vou colocar algumas fotos com a gente!

IMG_0780
Construções de “pedras” – típicas do norte de Portugal

IMG_0792

Como estamos em Coimbra, gostei muito de ver a miniatura da Universidade de Coimbra, com detalhes perfeitos da Faculdade de Direito e da sala dos Capelos.

Universidade de Coimbra - Faculdade de Direito
Universidade de Coimbra – Faculdade de Direito

Além dos detalhes da cidade, também visitamos o pavilhão das bonecas!

Pavilhão das bonecas - exposição linda com muitas barbies!
Pavilhão das bonecas – exposição linda com muitas barbies!

Nossa, quantas fotos nesse post! Estava difícil escolher as melhores, o parque é realmente lindo e vale a visita, acho que as crianças devem ficar ainda mais encantadas do que a gente.

Só como informação, o idealizador do parque foi um médico de Coimbra chamado Dr. Fernando Bissaya Barreto e o arquiteto responsável pelo projeto foi Cassiano Branco.

A entrada custa 8,50 EUR com direito a um picolé Olá (A Kibon aqui chama “Olá”).