Sorte do dia: Amar sapatos sem salto!

Quando viajamos em família meu pai sempre fala que para conhecer um lugar deve-se andar a pé. Em nossas viagens as longas caminhadas sempre estiveram presentes e uma das primeiras coisa que notei é que aqui em Coimbra também andaríamos muito a pé!

O tempo todo vemos pessoas passando pelas ruas, em geral estudantes e turistas. Como somos um pouco das duas coisas, também andamos muito todos os dias. Fizemos uma estimativa que em média andamos entre 8 e 10 km por dia, alguns dias fazemos esse trajeto duas vezes.

Captura de Tela 2013-09-28 às 13.38.52

O ponto positivo é que em menos de um mês já conhecemos uma grande parte da cidade e sabemos nos locomover bem. Além disso, andar tanto principalmente em trechos tão íngremes como temos feito o tempo todo pode nos ajudar a manter o peso (Será? Estamos contando com isso hahahah) e a sorte do dia é que na hora de selecionar o que viria na mala e o que ficaria no Brasil, os calçados sem salto foram os escolhidos para integrar a mala (ufa!)

IMG_0723

O ponto negativo foi ter ganhado vários calos nos pés e descobrir que alguns dos seus calçados preferidos que pareciam tão confortáveis, acabaram detonando com o seu pé e são cortados do seu dia a dia.

Pra quem pretende passear por aqui, ou pelas cidades mais históricas dessa região, já deixe registrado: carros, ônibus e taxis não chegam em todos os lugares, ou seja, calçados confortáveis na mala e muita animação!

Ufa, cheguei!

Depois de duas semanas de correria e dois dias de viagem e a chegada consigo parar para respirar, cheguei!

A viagem foi tranquila apesar de algumas considerações. A primeira é que vôo diurno é bem cansativo, sim eu já imaginava mas o preço foi o que me levou a esse vôo. Sai as 15h e cheguei em Madri 1h  ( no horário de Madri já eram 6h da manha).

IMG_0528

Voar Ibéria significou ótimo atendimento e boa comida, mas a aeronave era muito velha e não tinha televisão individual. Em um vôo noturno eu não ligaria muito mas voar o dia todo sem nada pra fazer foi complicado.

A chegada em Madri foi muito calma, sem nenhuma pergunta na imigração. Andei pelo aeroporto, comprei um café e entender o espanhol foi bem tranquilo. E para os que gostam de dizer que só no Brasil o inglês dos aeroportos e dentro do avião é péssimo posso dizer que em Madri também era quase incompreensível.

O trecho de trem de Lisboa para Coimbra foi ótimo, o trem é super confortável e custou €19. O mais interessante foi notar pessoas de todas as idades (algumas que inclusive estavam no meu vôo) optando pelo trem e metrô mesmo com enormes malas de viagem. O taxi é pouca coisa mais caro e mesmo assim a primeira opção é o transporte público.
IMG_0454
E pra terminar por hoje, ao entrar na Europa por alguma conexão ( como foi o meu caso, que vim por Madri)  em Portugal temos 3 dias para ir ao SEF – Serviço de apoio aos estrangeiros e registrar a sua entrada. Se não fizer isso e depois precisar registrar um visto será cobrado uma taxa de €22,50 de multa.

Por enquanto é isso já tenho muitas outras historias e considerações mas vou contando aos poucos! Beijos